Q: Qual é a origem do nome 'Antergos' e qual a sua pronúncia?

Antergos, pronúncia vídeo, is a Galician word (meaning: ancestors) which was chosen "to link the past with the present". Esta é para significar a grande mudança no projeto, sendo também uma homenagem a iteração anterior do projeto, CinnArch.

Q: Porque a imagem ISO é tão grande quando eu não posso instalar sem estar conectado à internet?

A imagem ISO inclui o mínimo necessário para executar o GNOME e Cnchi. Nós temos diminuído o tamanho, tanto quanto é possível com GNOME como ambiente de trabalho. Contudo, percebemos muitos usuários não desfrutam de fácil acesso a conexões de alta velocidade. Nós estamos trabalhando em um 'ISO Mínima' que irá usar Openbox e incluirá nada mais do que o que é necessário para executar Cnchi. Esperamos lançar a primeira ISO Mínima dentro das próximas duas semanas (de outubro 2014).

Q: O instalador do Antergos, Cnchi, é um fork do instalador do Ubuntu, Ubiquity?

Não, Cnchi é um projeto original. Sempre foi nosso objetivo de tornar o processo de instalação mais fácil possível. A razão pela qual há semelhanças notáveis ​​na interface do usuário entre os dois instaladores é simples: Quando iniciamos a criação do Cnchi, usamos Ubiquity como um modelo UI porque era o padrão de fato para 'instaladores fáceis' na época.

Q: O que é único no Antergos?

No nível do sistema, não há diferença entre Antergos e Arch. Quando você roda Antergos, você está executando o Arch Linux. A diferença é filosófica. Onde Arch é projetado "para o usuário Linux® competente', Antergos ​​é 'para todos'. (Nota: você vai começar a ver isso em nossa marca muito em breve) A comunidade Antergos recepciona qualquer um que deseje participar. Novos usuários não precisam ter medo de fazer uma pergunta em nossos fóruns ou canais de IRC.

Q: Qual ambiente de trabalho (desktop) você dá mais atenção?

Tentamos assegurar que todos os desktops recebem uma quantidade igual de atenção. Embora, é inevitável que encontramos mais coisas para 'afinar' nos desktops que usamos em nossos próprios sistemas. Nosso líder de projeto usa GNOME fielmente. Eu mesmo não consigo suportá-lo de modo geral eu uso Cinnamon. Embora eu tenho grandes esperanças para o novo KDE 5. Se bem me lembro, os outros dois devs usam Openbox e Xfce respectivamente. Então, realmente nós temos a maioria das bases cobertas (baseadas em GTK de qualquer maneira).

Q: O GNOME é o desktop padrão?

Sim. GNOME é o padrão.

Q: Não é possível instalar os pacotes necessários. Cnchi não pode continuar

Esta mensagem de erro é o que eu chamo de um erro 'bonitinho'. Não fornece informações técnicas. Ele foi criado para ser mostrado para o usuário e só explica o resultado final do erro que ocorreu. O erro real poderia ser várias coisas. A primeira coisa que você deve fazer é verificar /tmp/cnchi.log começando na última entrada e ir para trás e ver se alguma coisa se destaca. Se é um problema dos mirrors você vai ver algo sobre as conexões que falharam. Estamos trabalhando para melhorar a forma como lida com Cnchi situações em que os mirrors estão falhando. Algum desse trabalho vai aparecer na próxima versão 0.8 release.

(Visitado 26,010 vezes, 2 visitas hoje)

Pinar no Pinterest

Partilhar Isto